segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

O fim dos medicamentos?

Apesar da actual realidade do futebol feminino afirmar o contrário, sempre ouvi dizer que o futebol é para homens e que estes são uns valentes de primeira, mas basta perder uns minutinhos do nosso precioso tempo a assistir uma partida de futebol para perceber que tudo isto não passa de uma falácia! Normalmente, a maioria dos homens, especialmente quando observados pelo sexo oposto, gosta de se fazer de duro, por mais dores que possa estar a sentir depois de algum choque com algo ou mesmo quando testado! Acontece que essa tolerância à dor parece não se transferir para os relvados, pois qualquer toquezinho é o suficiente para projectar o jogador no solo, fazendo-o contorcer-se em dores até à exaustão, suplicando incessantemente pela entrada da equipa médica! O curioso é que as dores do jogador não desaparecem com esta intervenção mas apenas quando o árbitro pune o jogador adversário com um cartão, o que me leva à seguinte questão: seria despropositado pensar em reformar-se o Sistema Nacional de Saúde, que tantas dores de cabeça dá ao Estado, no sentido de se substituir a prescrição de medicamentos por cartões amarelos e vermelhos?! A fazer jus ao que sucede nos estádios de futebol, os cartões parecem-me surtir mais e melhores efeitos do que qualquer medicação... é que, pelo que vejo, uma vez ministrados fica-se bom num instante! Se resulta no futebol, porque não há-de funcionar fora dele?!

27 comentários:

Candybabe disse...

Olha essa agora... Talvez tenhas uma certa razão :P

faa disse...

A pergunta que me vem a cabeça, é para quem é que irão esses cartões? É que no futebol os jogadores ficam bem quando é mostrado um cartão a um jogador adversário.
Agora eu, apanho uma gripe, vou a farmácia, como é algo não grave, dão-me um amarelo. Para mim não pode ser porque não tenho culpa, então fica para quem?

Se conseguires solucionar este problema, até voto em ti para ministra da saúde xD

M. disse...

lol

Eu até acho que o objectivo dos golos é festejarem...e apalparem-se todos...

Imagina nos balneários...

Nokas disse...

Uma questão pertinente, sem dúvida :)

ADEK disse...

Vou tentar implementar essa ideia lá pelo Hospital...

Silver disse...

É uma boa teoria.
Mas só para eles. :)

Paula disse...

E quando lhes acertam na unha do pé e eles se queixam da cabeça?
Upa, upa!
Aquilo era mandar-lhes mas é com os cartões no meio da testa. Mas uns cartões de contraplacado, atenção...
Ai que biolência!
:)

Ana disse...

O melhor mesmo é começar a ter uma reserva em casa, não vá o senhor doutor enganar-se na receita:)

só 1 mulher disse...

:)
Interessante... vistas bem as coisas, tens razão... mas penso que o Sistema Nacional de Saúde, está de tal forma falido, que não vai lá com cartões vermelhos..

1 beijinho

Sloguótica disse...

- CANDYBABE + NOKAS: num próximo jogo do CR7 podes confirmar isso mesmo, ele é expert em criar este tipo de situações! : D

- M.: só por me fazeres imaginar tal situação, deverias ter direito a um cartão vermelho!!! : )

Sloguótica disse...

- FAA: dispenso o cargo do ministério da saúde mas, continuando com a analogia futebolística, assim de repente o cartão poderia ser atribuído a quem transmitiu o vírus da gripe. Caso não se encontre o responsável também não é grave pois mostra-se o cartão a outra pessoa qualquer e se ela reclamar por ser injusto exibe-se o segundo amarelo e o consequente vermelho. Na vida, como no futebol, nem tudo é claro. : ) Obrigada pela visita e sê bem-vindo ao “crónica”. : D

Sloguótica disse...

- ADEK: olha que ainda corres o risco de a directoria do hospital concordar com a ideia e, se for o caso, vou querer que dividas comigo a comissão que conseguires! : D

- SILVER: pois, para eles… porque se fossem mulheres a jogar não acredito que o mesmo acontecesse… nós temos mais fair-play!! : D

- PAULA: eles têm tanto de durões como de fiteiros, mas essa ameaçados comos cartões de contraplacado era capaz de os fazer pensar duas vezes!! : p

Sloguótica disse...

- ANA: a implementar este sistema, o mais certo seria limitar ao stock existente! : p

- SÓ 1 MULHER: pois, acredito que os cartões talvez ficassem mais baratos do que o cartão das caixas dos medicamentos!!!

60 Sinais disse...

Good point...ou secalhar o problema é o futebol não ser misto...porque o que faz falta são meninas no campo para eles aguentarem que nem homens...mas não...metem treinadores gajos...claro que se armam eles em meninas. Alguem tem que fazer o papel!

O blog da S. disse...

Os homens com qualquer dorzinha, parece que vão morrer. Costumo dizer ao meu que se ele tivesse dores mentruais, morria todos os meses! :D

faa disse...

ahah, tá bem visto! :D

S* disse...

Só experimentando!

SuperSónica disse...

Se todos começavam a utilizar aquele spray milagroso e o SNS ía à falência pah!!!!!! Vai na volta não era de todo mau pensado!!!!!

NI disse...

Mas eu gosto é quando caem, olham à volta para ver onde está o médico (entenda-se, árbitro) e depois começam a rebolar-se como se estivessem a ser atacados por um enxame de abelhas. Mas coloquem umas meninas loiras e bem mamalhudas à volta dos relvados e vão ver se algum deles cai. É como nos hospitais e uma doente vê um médico bom como o milho.Começa a dizer que lhe dói o corpo todo, ahahahahahah

desejo disse...

Hummmm! Boa psicologia.
Se se diz que a dor é psicológica, dava jeito estes cartões.
Não gastavamos os euros em medicação.



:) desejo

Sloguótica disse...

- 60 SINAIS: good point também o teu. Com meninas à volta, eles iriam armar-se em valentes e o mais certo era nem se preocuparem em olhar para o cartão por estarem de olhos nelas! : )

- O BLOG DA S.: realmente, se assim fosse a taxa de mortalidade do país aumentava exponencialmente! : p

Sloguótica disse...

- FAA: eu sei que disse que não queria o cargo no entanto caso mude de ideias espero contar com o teu prometido voto. : )

- S*: se o resultado da experiência for positivo, pode ser que a moda pegue! : p

- SUPERSÓNICA: eu diria que o spray milagroso já é menos milagroso que os cartões! : p

Sloguótica disse...

- NI: é por isso que tenho alguma dificuldade em distinguir um jogador de futebol de um actor! Sobre os hospitais, é compreensível essa dor psicológica, nesses casos. : )

- DESEJO: se este post chegar à Assembleia da Republica pode ser que ainda assistamos a uma fusão entre os ministérios da saúde e da economia. : )

Palco do tempo disse...

ta bem visto :) ahhaha

a Gaja disse...

venham de lá esses cartões!!! amarelo ao presidente da república que tadito não tem nada haver com isto da saude e vermelho ao primeiro ministro que ia fazer muito melhor que Sócrates mas que até agora só conseguiu tirar e ainda, duplo vermelho para o Alberto João Jardim por andar a chular aqui o pessoal do continente enquanto ele está no paraíso...

Gasper disse...

Ahahah penso que podes ter sucesso com a teoria. Acrescento que os meninos do futebol são todos uns paniscas! Pior que bébes.. ai ai ai tudo doí. :p

Sloguótica disse...

- PALCO NO TEMPO: ainda está para nascer o dia em que o "crónica" não diga algo que não esteja bem visto... quer dizer, salvo nas publicações do Bloguótico! : p

- A GAJA: realmente, esses senhores também se queixam muito mas não os vejo a fazer nada a não ser ir ao bolso do zé povinho, porque no deles não mexem eles!!! :/

- GASPER: aqui que eles não nos ouvem, jogadores ou não, eles são todos uns panisgas, mesmo que se façam de fortes!!! : p